Pós Graduação e a crise

Há muito falamos que o Brasil precisa crescer, desenvolver , etc..

A maioria das pessoas pensa exatamente isto, mas muitos sequer entendem que para que a Nação realmente cresça, há necessidade de crescimento “real” , não apenas financeiro, mas sim intelectual.

Não há como desenvolver uma indústria local sem que  tenhamos conhecimento intelectual.

Não há como desenvolver inovação sem ter conhecimento intelectual.

E este crescimento está vinculado diretamente com a capacidade que se tem em transformar conhecimento em tecnologia. Quando menciono conhecimento, este é o conhecimento acadêmico.

Este conhecimento é “obtido” por assim dizer na pós graduação strictu sensu.. Não quero ser preconceituoso, mas a pós graduação strictu senso é que se dedica a obter novos conhecimentos e não apenas usar conhecimentos.

Os programas de pós graduação das mais diversas áreas é que se dedicam a busca de novas tecnologias, novas formas de administração, novas formas de sintetização de enzimas, proteínas, ou seja lá qual for a “ina” a ser pesquisada.  São em programas deste tipo que se busca novas formas de uso de células, desenvolvimento de órgãos, clonagem ou um novo medicamento. São nestes programas que se desenvolvem um novo polímero, um novo material cerâmico ou uma nova nano estrutura semi ou supercondutora.

Estas novas descobertas obtidas nestes programas de pós graduação que geram patentes, inovação e novas tecnologias que serão utilizadas em um futuro distante ou não.

Nos países desenvolvidos , estes programas tem íntima vinculação com entidades públicas de financiamento e também com a iniciativa privada.  De onde você acha que saiu as novas telas “ultra resistentes” que você usa no seu smartphone ? De  onde você acha que saiu as TVs de LCD, LED ou Plasma ? Exceto por algumas grandes companhias que tem laboratórios próprios de pesquisa, a grande maioria (desculpe não tenho os números) está vinculada com universidades e financiam projetos.

E você está acompanhando este texto até aqui e está se perguntando : porque ele está escrevendo tudo isto ?

Bem, primeiro , porque estamos em um momento de crise financeira no Brasil e isto está afetando a pós graduaçao. O texto de Roberto Ellery (leia o blog de Roberto Ellery aqui  ) mostra exatamente este problema. Mas também sugere uma outra pergunta: Como financiar a pós graduação?

Talvez a resposta tenha que ser encontrada na iniciativa privada. Penso que as universidades pública brasileiras , que concentram 90% da pesquisa neste país, devem abrir-se mais e aproximar-se da indústria, visando um financiamento de suas pesquisas.

Também os pesquisadores brasileiros deviam ter um olhar um pouco mais voltado para a pesquisa que proporcione ou que vise alguma nova tecnologia que possa realmente ser comercializada.   Isto não se trata de capitalismo . A História nos mostra que grandes descobertas foram feitas para resolver algum tipo de problema.

As universidades privadas por sua vez também poderiam voltar-se um pouco mais para a pesquisa de ponta, unindo-se com a indústria para resolver problemas e assim, melhorar o financiamento de suas pesquisas.

Precisamos de um modelo de parceria. Não há como ficar “encarcerado” dentro do laboratório, simplesmente reclamando do governo que não fornece dinheiro e que não tem condições para pesquisar.

Este país precisa que as universidades aproximem-se da indústria para produzir novas tecnologias.

O outro ponto é justamente o investimento em pessoal que possa realmente alavancar a pesquisa. Eu concordo com o autor do texto acima mencionado sobre o Ciência sem Fronteiras.  O dinheiro deste programa deveria ser mais aplicado na pós graduação.

Primeiro porque o pós graduando tem uma noção mais clara de responsabilidade e da sua atuação e principalmente, das obrigações que terá que cumprir.

Um aluno de graduação muitas vezes não está se dedicando o suficiente e apenas está fazendo um turismo bancado pelo governo brasileiro. Sem dúvida, algo sempre será aproveitado. Mas muitos alunos brasileiros não tem a condição necessária para suportar um ambiente de alta competição e de estudo que as universidades estrangeiras exigem. Obviamente, não estou falando de todos. Temos lidos histórias de vários estudantes que aproveitam ao máximo a chance que lhes está sendo oferecida. Novamente, não quero ser um juiz ou um olhar preconceituoso.

De qualquer modo, todos sabemos que o Brasil precisa melhorar tecnologicamente, mas não será importando tecnologias que isto acontecerá.

Muitas vezes achamos “o máximo” comprar um produto importado de alto valor agregado em uma loja , e no produto está escrito “made in china” . Isto não melhora o país. No Paraguai há muitos destes produtos e o país não é melhor por conta disto. O que precisamos é de capacidade técnica para que nossas indústrias produzam produtos com qualidade e com tecnologia, de modo que nestes produtos esteja escrito “made in Brazil” .

E nos momentos de crise, deve-se investir, porque quando a crise passar, apenas os melhores preparados aproveitam. (veja a história e você entenderá o que estou tentando dizer) . Pense nisto quando for ao shopping novamente.

Se quisermos ser um Pátria Educadora, precisamos mais que frases e discursos sobre crianças. Precisamos de ações reais que ajudem a Educação neste país.

Por isto, em tempos de crise, o ministério da Educação deveria ser o menos afetado.. mas infelizmente não é isto que acontece.

Pense sobre isto nas próximas eleições.

Anúncios

Sobre Abimael Jr

Cristão evangélico pentecostal, membro e presbítero da igreja Assembléia de Deus. Doutorando em Engenharia Mecânica. Tentando falar um pouco sobre Deus, Jesus Cristo e nossa vida cristã diária. Mas também falando de vários outros assuntos como Tecnologia, Política, Sociedade, Cidadania, Sexo, Tabus e até do tempo (será que vai chover hoje?).
Esse post foi publicado em Ciência, Engenharia/ Engineering, Política e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Pós Graduação e a crise

  1. Pingback: Evasão de grandes mentes | Pensamentos e viagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s